No próximo dia 28 de Outubro o Parlamento Europeu votará uma proposta de alteração que, se passar, impedirá a utilização de fundos europeus para financiar touradas de morte. É apenas um pequeno passo, mas é importante que seja dado. Por favor, escreva aos eurodeputados portugueses a solicitar o seu voto favorável a esta alteração!

 

Para: francisco.assis@europarl.europa.eu, carlos.coelho@europarl.europa.eu, joseinacio.faria@europarl.europa.eu, josemanuel.fernandes@europarl.europa.eu, elisa.ferreira@europarl.europa.eu, joao.ferreira@europarl.europa.eu, anamaria.gomes@europarl.europa.eu, antonio.marinhoepinto@europarl.europa.eu, marisa.matias@europarl.europa.eu, nuno.melo@europarl.europa.eu, claudia.monteirodeaguiar@europarl.europa.eu, paulo.rangel@europarl.europa.eu, sofia.ribeiro@europarl.europa.eu, liliana.rodrigues@europarl.europa.eu, mariajoao.rodrigues@europarl.europa.eu, fernando.ruas@europarl.europa.eu, ricardo.serraosantos@europarl.europa.eu, pedro.silvapereira@europarl.europa.eu, miguel.viegas@europarl.europa.eu, carlos.zorrinho@europarl.europa.eu, ines.zuber@europarl.europa.eu, info@vidanimal.org

Assunto: Vote a favor do fim dos subsídios para as touradas de morte

Exma/o. Sr(a). Deputada/o

No dia 28 de Outubro, será chamado a votar em várias propostas relativas ao orçamento geral da União Europeia para 2016. Uma das propostas é a Alteração 22, apresentada pelo eurodeputado estónio Indrek Tarand (Verdes/ALE), que pretende impedir que subsídios europeus sejam destinados ao financiamento de touradas de morte, já que estas violam a Convenção Europeia sobre a Protecção dos Animais nas Explorações de Criação.

É totalmente inaceitável que fundos públicos sejam utilizados para financiar, directa ou indirectamente, uma actividade que explora o sofrimento animal para entretenimento e que não tem lugar no século XXI, considerando tudo o que já sabemos sobre os animais e a sua capacidade de sentir.

Por essa razão, venho por este meio solicitar que vote a favor da Alteração 22, reflectindo aquilo que pensa a larga maioria dos cidadãos portugueses, que é manifestamente contrária a esta actividade e sobretudo ao seu financiamento público.

Melhores cumprimentos

Uma resposta até agora.

  1. Todas as touradas sao de morte.

Comenta este artigo