Foi hoje votada no Parlamento Europeu uma proposta do eurodeputado holandês Bas Eickhout para que os subsídios concedidos pela União Europeia no âmbito da Política Agrícola Comum deixassem de poder ser utilizados na criação de touros para a tauromaquia. O resultado foi de 323 votos a favor, 309 contra e 58 abstenções, o que não foi suficiente para a aprovação da medida, já que era necessária uma maioria absoluta (377 votos).

Os eurodeputados portugueses, com apenas três excepções, prestaram um péssimo serviço ao país, aos animais e à ética, votando na sua maioria contra esta proposta e manifestando-se assim a favor da utilização de recursos públicos para financiar a vergonhosa actividade tauromáquica. A Vida Animal endereça os parabéns às três portuguesas que tiveram o carácter e a coragem de votar a favor desta medida: Ana Gomes, Liliana Rodrigues e Marisa Matias. Veja abaixo como votou cada um dos eurodeputados nacionais (fonte).

A Favor:
Ana Gomes (PS)
Liliana Rodrigues (PS)
Marisa Matias (BE)

Contra:
Carlos Coelho (PSD)
Carlos Zorrinho (PS)
Elisa Ferreira (PS)
Fernando Ruas (PSD)
Francisco Assis (PS)
José Manuel Fernandes (PSD)
Maria João Rodrigues (PS)
Paulo Rangel (PSD)
Pedro Silva Pereira (PS)
Sofia Ribeiro (PSD)

Abstiveram-se:
José Inácio Faria (MPT)
Nuno Melo (CDS-PP)

Não votaram:
António Marinho e Pinto (Independente/MPT)
Cláudia Monteiro de Aguiar (PSD)
Inês Cristina Zuber (CDU)
João Ferreira (CDU)
Miguel Viegas (CDU)
Ricardo Serrão Santos (PS)

Comenta este artigo