Autárquicas 2013 - João Sande e Castro (Cascais, I)

Consulte abaixo as respostas dadas pelo candidato independente à Câmara Municipal de Cascais, João Sande e Castro, às questões colocadas pela Vida Animal no âmbito da iniciativa Autárquicas 2013 Pelos Animais. Pode aceder aqui às respostas de outros candidatos.

1. Compromete-se a adoptar uma política de não abate no canil municipal e a lançar um programa de esterilização dos animais de rua do seu município?
O não abate no Canil Municipal e o programa de esterilização de animais de rua é algo obrigatório e fundamental, com parcerias prontas a serem estabelecidas com veterinários locais e com acesso à rede voluntária do concelho para alimentação e recolocação, no caso em que seja considerada a melhor opção para o animal, a estar garantida.No caso do Canil, prevemos a ampliação do espaço, tornando-o, porém, como um meio de transição para o futuro santuário animal – já localizado e com todas as condições para «entrar ao serviço» - onde serão recuperados até serem colocados para adopção.
Porém, o Movimento Independente «Todos Por Cascais» irá muito mais longe, nomeadamente com a criação do projeto piloto do «Emergência Animal», onde brigadas de Intervenção Rápida constituídas por Polícias Municipais, Veterinários e outros voluntários irão responder 24h/dia a todas as situações de risco existentes no Concelho. Os animais recuperados pela brigada serão encaminhados para recuperação num santuário previsto.

2. Compromete-se a não autorizar a instalação de circos com animais nos espaços públicos do seu município?
Cascais, felizmente, já há alguns anos que não permite a entrada de circos com animais no concelho e, naturalmente iremos manter essa proibição, pois consideramos que não é a melhor forma de mostrar as capacidades dos animais e, sobretudo, é uma opção crítica em relação às condições de transporte e de comodidade que os animais estão sujeitos nestes eventos.

3. Compromete-se a não autorizar a realização de eventos tauromáquicos nos espaços públicos do seu município?
Foi demolida, já há alguns anos, a Praça de Toiros de Cascais e não mais se realizaram touradas no Município, que, felizmente, não tem uma grande cultura taurina. Mais do que não autorizar esses «ditos eventos», comprometemo-nos em desenvolver a ideia de poder recolher toiros de outros concelhos para o nosso santuário, para que a população em geral possa conhecer melhor esta raça animal, criando maior «massa crítica» para a problemática das touradas, além de poder proporcionar um fim de via pacífico para os animais.

4. Compromete-se a disponibilizar uma opção vegetariana em todos os refeitórios sob gestão da Câmara Municipal?
Comprometemo-nos a reforçar a aposta na alimentação saudável em todos os refeitórios geridos pela Câmara e, como tal, uma das variáveis obrigatórias é implementar a opção vegetariana, pois todas as crianças devem poder comer alimentos variados e de acordo com as suas opções.

Comentários