Papa Francisco contra os maus tratos a animais

Por Jorge Ribeiro


O Papa Francisco, que adotou o nome de São Francisco de Assis, o santo padroeiro dos animais, lançou, na sua recente carta encíclica (um dos documentos mais importantes das Igreja), um apelo extraordinário a cada um de nós, católicos ou não.

Neste documento o Papa começa por dizer que "a indiferença ou a crueldade com as outras criaturas deste mundo sempre acabam de alguma forma por repercutir-se no tratamento que reservamos aos outros seres humanos. O coração é um só, e a própria miséria que leva a maltratar um animal não tarda a manifestar-se na relação com as outras pessoas".

E continua dizendo que "é contrário à dignidade humana fazer sofrer inutilmente os animais e dispor indiscriminadamente das suas vidas".

Terminando com um convite a "todos os cristãos a explicitar esta dimensão da sua conversão, permitindo que a força e a luz da graça recebida se estendam também à relação com as outras criaturas e com o mundo que os rodeia".

Esta é uma mensagem importantíssima do Papa e que vem ao encontro de uma atual e generalizada preocupação nacional e mundial pelos direitos dos animais.

A sociedade em que vivemos já não admite que tratemos os animais como coisas e exige o fim dos maus tratos e o tratamento digno de todos os animais.

E percebemos que chegamos a um momento decisivo na história quando a principal figura de uma das instituições mais conservadoras do mundo adverte que precisamos de ser mais progressistas no que à defesa dos direitos dos animais diz respeito.

O Papa é sincero, direto e indica o caminho a seguir. Agora depende de nós. Vamos fazer o que nos compete. Por nós e pelos animais.



Comentários

  1. Por isso e por muitas outras razões, eu gosto tanto deste papa!

    ResponderEliminar
  2. Grande senhor, em todos os aspectos, com um coração enorme.

    ResponderEliminar
  3. Grande líder sob todos os aspectos,principalmente por criar sua própria´´ Arca´´ aonde cabem todos os seres, humanos ou não,sem excluir ou marginalizar ninguém...e todos se salvam!

    ResponderEliminar
  4. Começo por dizer que não sou catolica,mas finalmente á um verdadeiro ser humano a representar esta relegião,uma pessoa simples e humilde que respeita todos os seres vivos

    ResponderEliminar
  5. “a indiferença ou a crueldade com as outras criaturas deste mundo sempre acabam de alguma forma por repercutir-se no tratamento que reservamos aos outros seres humanos. O coração é um só, e a própria miséria que leva a maltratar um animal não tarda a manifestar-se na relação com as outras pessoas”.

    maravilhoso.................

    ResponderEliminar
  6. “A indiferença ou a crueldade com as outras criaturas deste mundo sempre acabam de alguma forma por repercutir-se no tratamento que reservamos aos outros seres humanos. O coração é um só, e a própria miséria que leva a maltratar um animal não tarda a manifestar-se na relação com as outras pessoas”.

    Maravilhoso

    ResponderEliminar
  7. Ana Cristina Cardoso André28 de junho de 2015 às 13:38

    Maravilhoso Papa Francisco. O seu coração é enorme.
    Fico feliz por não discriminar os animais não humanos. Pois
    estes animais, são seres que sentem e sofrem como nós humanos.
    Eles não são lixo, nem brinquedos que depois de usados se deitam fora.
    Merecem todo o nosso respeito e compaixão.

    ResponderEliminar
  8. A arquidiocese de Aparecida devia dar o exemplo.

    ResponderEliminar
  9. SANTO PADRE UM ANJO NA TERRA
    ADORO O SANTO PAPA PELA Sua Humanidade..

    ResponderEliminar
  10. Grande Papa Francisco o meu grande aplauso e admiração

    ResponderEliminar
  11. Leonor Avila-Andrade30 de junho de 2015 às 04:24

    Deus te abençoe no seu belo caminho. O vento lhe traga bons tempos sempre. Obrigada Papa e Amigo.

    ResponderEliminar
  12. Entao, o Papa chegou mesmo a afirmar que os homossexuais mereciam um pedido de desculpas pelos maus tratos no passado, infligidos por cristaos.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário