Consulte abaixo as respostas dadas pelo candidato do CDS-PP à Câmara Municipal de Sines, Américo Lourenço, às questões colocadas pela Vida Animal no âmbito da iniciativa Autárquicas 2013 Pelos Animais. Pode aceder aqui às respostas de outros candidatos.

1. Compromete-se a adoptar uma política de não abate no canil municipal e a lançar um programa de esterilização dos animais de rua do seu município?
Não só nos comprometemos, como essa opção está no nosso manifesto eleitoral para a cidade de Sines. Queremos um canil/gatil na nossa cidade, bem como o respectivo apoio, sem nunca recorrer ao abate, pois não é nossa intenção “exterminar”, mas sim cuidar e tratar de modo a existir uma rede de adopção desses mesmos animais, em sintonia com as Associações Locais e grupos de pessoas que já fazem esse papel. O programa de esterilização também está igualmente no nosso programa eleitoral, pois não vemos apenas a captura de animais como uma solução. Um programa de esterilização iria reduzir o número de animais que andam na rua a sofrer, e ao tomarmos essa opção, reduzimos imenso esse tipo de casos que possa acontecer.

2. Compromete-se a não autorizar a instalação de circos com animais nos espaços públicos do seu município?
Tendo em conta que a utilização de animais selvagens em cativeiro não é correcto, especialmente se existirem situações de maus tratos e onde pode existir condições de má higiene é uma opção a termos em conta.

3. Compromete-se a não autorizar a realização de eventos tauromáquicos nos espaços públicos do seu município?
É uma daquelas questões polémicas. Sines não tem essa tradição da tauromaquia, mas tanto a questão do licenciamento dos circos como a questão da tauromaquia deveriam passar por um referendo local. Pois independentemente de sermos a favor ou contra, os desejos da população é que deverão ser respeitados, e fosse qual fosse a opção tomada, iríamos legislar nos regulamentos locais de modo a salvaguardar a vontade da maioria. Mas mais uma vez, é uma questão difícil de responder, devido a tradição nula que Sines tem em matéria de tauromaquia.

4. Compromete-se a disponibilizar uma opção vegetariana em todos os refeitórios sob gestão da Câmara Municipal?
Tendo em conta que temos de abrir um leque de opções tendo em conta as preferências alimentares de cada um, é um opção a ter em conta, porque ninguém é obrigado a ter de escolher entre opções alimentares que irão entrar em choque com a sua opção. E tendo em conta que é uma opção saudável de vida, é uma opção que iríamos tomar de muito bom agrado para ir ao encontro dessas preferências.

Comments are closed.