Foi com grande alegria que a Vida Animal tomou conhecimento de que o tradicional Circo de Natal do Coliseu do Porto, que se realiza todos os natais desde há cerca de 70 anos, deixa este ano de incluir números com animais. Equilibrismo, acrobacia, trapézio, malabarismo, trampolim aéreo de tecidos e fitas, quick change, rola-rola, palhaços e magia darão uma cor especial ao Natal de crianças e adultos do Porto e não só, num espectáculo que pela primeira vez não incluirá números com animais.

A exploração de animais em circos é cruel por diversas razões: porque priva os animais da liberdade e da possibilidade de exibirem os seus comportamentos naturais, forçando-os a viver vidas miseráveis em jaulas minúsculas; porque os métodos de treino se baseiam habitualmente na violência e na intimidação; porque lhes retira a sua dignidade, ao obrigá-los a fazer truques ridículos que em nada reflectem a sua natureza; e ainda porque tudo isto é feito perante os olhos de milhares de crianças, embrulhando a exploração animal num contexto de magia e diversão e assim transmitindo a ideia de que é aceitável ou mesmo positivo aprisionar e maltratar animais para nosso entretenimento.

Mas a sociedade portuguesa está inequivocamente a evoluir no sentido de um maior respeito pelos animais – e todos os dias vemos exemplos disso. Esta decisão de dizer não à exploração de animais no Circo de Natal está alinhada com essa evolução e a Vida Animal não poderia deixar de congratular o Coliseu do Porto e de divulgar esta excelente notícia!

Vamos ao circo?

circoPorto

Uma resposta até agora.

  1. B.Staal diz:

    Optimas noticias .
    Estão de Parabéns.

Comenta este artigo